Luís Newton, atualmente Presidente da Junta de Freguesia de Estrela, nasceu em Lisboa, em 1977. Cresceu na Lapa e acompanhou de perto todas as mudanças que a cidade de Lisboa experienciou.

Militante da JSD desde cedo, liderou uma das maiores secções de Lisboa – a Secção D. Mais tarde, foi um dos mais jovens Presidentes de Secção, aos 29 anos, tendo liderado a Secção D até 2010. 

Autarca desde 2001, desempenhou várias funções, desse âmbito, tanto na antiga Junta de Freguesia da Lapa como na Câmara Municipal de Lisboa e na Assembleia Municipal de Lisboa.

Foi também assessor do Secretário de Estado da Cultura entre julho de 2011 e novembro de 2012, tendo sido, posteriormente, nomeado Assessor do Grupo Parlamentar do PSD até outubro de 2013.

Em 2013 é eleito Presidente da Junta de Freguesia de Estrela. Tem procurado aproveitar a oportunidade da Reforma Administrativa da Cidade de Lisboa para modernizar sistemas de serviço à Comunidade, desde a integração de modelos tipo “CRM” para contacto com a população até soluções “smart city” para gestão territorial e otimização de meios e recursos.

Em 2015 foi distinguido CIO (Chief Information Officer) of the year em Portugal na categoria de Government (Sector Público). Reconhecimento atribuído pela CIONET, prestigiada Comunidade Europeia de decisores de tecnologias, que todos os anos premeia os CIOs europeus que mais se destacam. Foi também distinguido com o prémio IDC CIO Awards 2015 e em 2016 com uma Menção Honrosa no Portugal Digital Awards 2016.

Foi o primeiro orador português a ser convidado para o Global Peter Drucker Forum, o mais prestigiado fórum internacional de gestão, participando da 10ª edição em 2018.

Em 2017, foi o candidato do PSD com o resultado mais expressivo num ano particularmente adverso, sendo reeleito com 33% dos votos (o único a subir relativamente a 2013) enquanto o partido não chegou aos 14% (menos de metade). Posteriormente, venceu as eleições para Presidente da Bancada do Grupo Municipal do PSD na Assembleia Municipal de Lisboa, tendo sido reeleito em 2019 para este mesmo cargo. 

Em julho de 2020 foi eleito Presidente do PSD Lisboa, de forma expressiva, com 71% dos votos.